quinta-feira, 22 de março de 2007

Dostoiévski está certo!

"Eu sou um homem ridículo. Agora eles me chamam de louco. Isso seria uma promoção, se eu não continuasse sendo para eles tão ridículo quanto antes.
Mas agora já nem me zango, agora todos eles são queridos para mim, e até quando riem de mim- aí é que são ainda mais queridos. Eu também riria junto- não de mim mesmo, mas por amá-los, se ao olhar para eles não ficasse tão triste.
Triste porque eles não conhecem a verdade, e eu conheço a verdade. Ah, como é duro conhecer sozinho a verdade! Mas isso eles não vão entender. Não, não vão entender."

Fonte: Do livro "Duas Narrativas Fantásticas, de Fiódor Dostoiévski, tradução direto do original de Vadim Nikitin, Editora 34.
Excerto de post do Blog do TAS publicado em:

http://marcelotas.blog.uol.com.br/arch2007-03-16_2007-03-31.html

Marcadores:

0 Comentários:

Postar um comentário

<< Home